Os frutos secos engordam assim tanto?

Na sua composição integram substâncias que fazem bem à saúde. É praticamente impossível comer só um. Acabe com todas as dúvidas e saiba o que diz um estudo sobre este tipo de alimentos.

Enchem o organismo de ácidos gordos insaturados, o que significa que são boas fontes de energia. Mas incluí-los na alimentação não implica necessariamente um aumento exorbitante de calorias, como pode pensar, desde que o seu consumo seja moderado. Um estudo internacional revelou que incluir nozes na alimentação diária tem efeitos antioxidantes, o que veio reforçar a ideia de que os frutos secos podem reduzir até 50% o risco cardiovascular.

Outras investigações concluíram que ingerir 25 amêndoas por dia, durante um mês, pode elevar os níveis de colesterol bom (HDL) em cerca de 4% e diminuir significativamente o mau (LDL). Ricos em proteínas, fibras, minerais como o ferro, o cálcio, o zinco, o cobre, o fósforo, o potássio e o selénio, vitaminas como a E, a B1 (tiamina), a B2 (riboflavina) e a B6 (piridoxina), não engordam demais.

Para isso, basta guiar-se por estas equivalências para manter as calorias sob controlo. Descubra também qual é o fruto seco que reduz o colesterol de baixa intensidade, conheça o poder das nozes no combate ao envelhecimento e saiba ainda qual é o fruto seco que pode ser um aliado importante numa dieta de emagrecimento.

Equivalências alimentares segundo a tabela da Composição de Alimentos do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge:

- 100 ml iogurte açucarado batido com fruta (95 calorias) equivale a... 12 amendoins

- 100 g pão de milho (185 calorias) equivale a... 27 amêndoas

- 100 ml vinho da Madeira (154 calorias) equivale a... 6 nozes

- 100 g arroz cozido simples (127 calorias) equivale a... 14 cajus

artigo do parceiro:

Comentários