Manteiga ou margarina? Alguma delas é preferível à outra?

São ambas gorduras saturadas, com uma diferença decisiva para a sua saúde. Uma é natural e outra é artificial e rica em ácidos gordos ómega-6 e aditivos químicos. Saiba qual!

São ambas quase 100 por cento gordura. No entanto, a manteiga é uma gordura natural, tem sabor tradicional e é rica em vitamina A, fazendo dela a melhor opção, desde que consumida com moderação. No máximo, são permitidos 10 gramas por dia. A matéria-prima da margarina são os óleos vegetais, ricos em ácidos gordos polinsaturados ómega-6, prejudiciais quando ingeridos em excesso, que se tornam saturados no processo de fabrico (por hidrogenação), formando as gorduras trans ou hidrogenadas.

Estas agem como gorduras saturadas no nosso organismo, com efeitos ainda mais prejudiciais que as naturais. Outro fator que as diferencia é a lista de ingredientes que, regra geral, quanto maior for, pior é o alimento. A margarina é rica em aditivos químicos. Durante o seu fabrico são-lhe adicionados emulsionantes, estabilizantes e aromatizantes, para imitar o sabor da manteiga.

A sua formulação integra espessantes, corantes, conservantes e antioxidantes, entre outros. Ao contrário da manteiga, a margarina vegetal não contém colesterol. No entanto, provoca um aumento dos seus níveis no sangue por ser saturada artificialmente. Veja também a galeria de imagens com os produtos para barrar mais saudáveis.

E a manteiga light?

Tem vindo a ganhar popularidade pelos seus teores de gordura mais baixos em comparação à manteiga tradicional. No entanto, tal como a margarina, está impregnada de aditivos químicos e, por isso, tem muito pouco interesse do ponto de vista nutricional e da saúde. A melhor alternativa a estas gorduras é o azeite.

artigo do parceiro:

Comentários