Erros alimentares - O Sal

Os alimentos para se tornarem mais saborosos precisarão de mais sal?

O Sal é um composto (cloreto de sódio), hoje em dia muito utilizado na alimentação mediterrânea, para temperar e cozinhar os alimentos. No entanto, não nos podemos esquecer que o sal que usamos no dia-a-dia é refinado e este, quando ingerido em excesso, provoca a sede, pode afectar o funcionamento dos rins e gerar a retenção de líquidos no organismo.

Falando nisso, uma das consequências mais graves do consumo excessivo de sal é a hipertensão arterial. Neste caso será de extrema importância restringi-lo da alimentação, procurando outras alternativas.

Algumas sugestões que ajudam a diminuir ou a restringir o sal da sua alimentação:

- Procure utilizar os alimentos naturais;

- Substitua o uso do sal na salada pelo molho vinagrete ou sumo de limão, e nos temperos substituir por alho, cebola, coentros, manjericão, orégãos, e outras ervas que sejam do seu agrado.

- Evite, enlatados, enchidos, biscoitos salgados e doces, salgados de pastelaria, molhos tipo maionese (comercial), mostarda, molho inglês, molho de soja, picles, azeitonas, comida tipo fast-food.

- Reduza o sal acrescentado durante a preparação dos alimentos.

Por outro lado, será importante alertar para um mau hábito muito característico do português, como salpicar a comida com sal mesmo quando já está devidamente temperada. Acredite que isso não tornará os alimentos mais saborosos, mas irá certamente prejudicar a sua saúde. Assim, deverá evitar fazê-lo, ou pelo menos tentar reduzir a frequência com que o faz.

Joana Ávila
Nutricionista do Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva

artigo do parceiro:

Comentários