Enxaqueca

Alimentos analgésicos e anti-inflamatórios que ajudam a aliviar esta dor de cabeça aguda

É uma síndrome que
causa uma dor de cabeça
muito aguda e que
surge, frequentemente,
acompanhada de náuseas,
vómitos e outros
transtornos, como uma
grande sensibilidade
à luz e ao ruído, por
exemplo. Existem muitos motivos: situações
de stress, mudanças bruscas
de temperatura, alterações provocadas
pela síndrome pré-menstrual
da mulher, ou outras hormonais e,
inclusive, determinados alimentos,
quando são ingeridos em excesso.




O que comer e beber?


  • Produtos ricos em ácidos
    gordos ómega-3, que actuam
    como anti-inflamatórios (salmão e
    atum frescos, sardinhas, cavala...).


  • Polvilhar as refeições e saladas com
    gengibre ralado também é eficaz,
    uma vez que alivia a rigidez e
    melhora a circulação nos vasos
    sanguíneos.


  • Beba uma infusão de
    flores de lavanda
    três vezes ao dia;
    é sedativa
    e analgésica.


O que reduzir ou evitar?

O álcool, sobretudo o vinho tinto
por causa do seu conteúdo de taninos.
Também deve reduzir
da sua alimentação (e
eliminar durante as
crises) o chocolate,
os citrinos, os queijos
curados, o café
e as bebidas tipo «cola», que
costumam
desencadear
quadros de
enxaqueca.

Um bom conselho

Perante uma crise de enxaquecas,
massaje as têmporas
com óleo de lavanda para
aliviar a dor. Outra opção é
colocar uma máscara de gel
ou panos frios sobre os olhos
e descansar às escuras.

«Poderá sempre realizar o
seu perfil alimentar, onde são
diagnosticados os alimentos
que também podem estar
na origem das enxaquecas,
bem como outros sinais e
sintomas de intolerância
alimentar», aconselha a
nutricionista.


Veja também os cuidados alimentares que deve seguir em caso de:


Texto: Madalena Alçada Baptista com Magda Roma (nutricionista)



artigo do parceiro:

Comentários