Dieta à sua medida

Todos os passos de um processo de emagrecimento bem sucedido

Perder peso e conseguir mantê-lo é uma pretensão de uma cada vez maior número de pessoas. Pela Clínica do Tempo, na Parede, um projeto do nutricionista Humberto Barbosa, passam semanalmente centenas de pessoas por ano em busca de uma solução para perder peso definitivamente.

«Tratamos pacientes muito diferentes como aqueles que chegam só com uns quilos mas que precisam de perdê-los para fazer uma lipoaspiração, por exemplo», explica Humberto Barbosa.

«Tratamos também outros com problemas hormonais, daqueles que até com o ar engordam, como costumam muitas vezes dizer. Cada paciente é um mundo e deve ser tratado de forma individualizada», acrescenta ainda. Quando uma pessoa chega à consulta de emagrecimento, é submetida a vários exames, começando pela medição localizada principalmente do perímetro abdominal, um dos indicadores de risco de doença cardiovascular, controlo de peso e análise de composição corporal, que permite identificar as percentagens de massa gorda, massa magra e água na constituição física de determinada pessoa.

Também é avaliado o estilo de vida do paciente (por exemplo, se come muitas vezes fora de casa) e se pratica ou não desporto. Com todos os estes dados sobre a mesa, é então definida uma reeducação alimentar personalizada. Deve salientar-se que «a reeducação alimentar não é sinónimo de dieta, sendo esta, normalmente, considerada como de duração limitada e destinada a perder peso rapidamente, o que geralmente é conseguido à custa de perda de água e massa muscular», adverte Humberto Barbosa.

Na reeducação alimentar, «pressupõe-se uma nutrição correcta e equilibrada que favorece uma perda sustentada de peso à custa principalmente de massa gorda, preservando a integridade do músculo», explica.

Dieta individualizada

De acordo com Humberto Barbosa, cada pessoa reage melhor, ou pior, a um determinado tipo de plano alimentar. O importante é que o regime alimentar seja controlado por especialistas, que seja equilibrado, inclua todos os nutrientes necessários e o número de calorias adequadas ao seu corpo. Por exemplo, seria impensável dar a uma mulher de peso regular e que pratica desporto habitualmente uma dieta de 1.200 calorias. Ficaria débil e, seguramente, não de muito bom humor.

Comentários