Cuidados alimentares no verão

O verão traz consigo preocupações com a celulite, o excesso de peso, os “quilinhos” a mais.

De modo a manter a linha, a alimentação deve ser ajustada às condições ambientais envolventes, nomeadamente à elevada temperatura.

Que cuidados devemos ter com a nossa alimentação nesta altura do ano?

1 - Devemos aproveitar para iniciar um plano alimentar saudável, variado, equilibrado e adaptado às necessidades de cada um. Assim, poderemos ?começar a aproximar o peso atual ao peso ideal para cada indivíduo.

2 - É fundamental evitar dietas radicais e desequilibradas, porque podem ?ser muito prejudiciais à saude.

3 - Não esquecer de aumentar a ingestão de água e líquidos hidratantes.

A elevação da temperatura, conduz à perda acentuada de líquidos (por exemplo pela transpiração) o que poderá conduzir à desidratação, pelo que, devemos obrigatoriamente beber mais líquidos.?A água não só é essencial, como é a única bebida verdadeiramente capaz de “matar” a sede - mantendo-nos devidamente hidratados – ao mesmo tempo que facilita vários processos fisiológicos, nomeadamente o funcionamento dos rins e dos intestinos. Estes órgãos são fundamentais para os processos de digestão e excreção/eliminação de “resíduos e excedentes” metabólicos. Na verdade todos os órgãos funcionam muito melhor quando ingerimos água de forma adequada (1.5 a 2 litros/dia, ou mais se necessário). ?Chás e infusões caseiras de plantas, folhas e flores (os vulgares chás caseiros), são excelentes formas de ingerir água. Os batidos naturais de fruta também são boas opções. As crianças e os idosos são mais suscetíveis às perdas de água (desidratação), pelo que, devem merecer da nossa parte uma redobrada atenção, a fim de se evitarem problemas de saúde graves.?

4 - Aumentar o consumo de produtos hortícolas/legumes.

Os produtos hortícolas/legumes (alfaces, cenouras, tomates, couves, etc.) e as leguminosas frescas (favas, ervilhas, feijão verde), além de serem “frescos” e “leves” são muito ricos em água, vitaminas, minerais e fibras. As fibras, são um conjunto de substâncias compostas por hidratos de carbono não digeríveis (celulose, hemicelulose, gomas, mucilagens, pectinas), que não possuem acção energética valorizável (não dão calorias) no entanto, desempenham uma importante acção reguladora e protetora dos intestinos, na medida em que tornam as fezes mais macias e facilitam o trânsito intestinal. Estes alimentos são também excelentes para quem pretende perder peso e gordura acumulada, dado o seu poder saciante e relativa pobreza energética (fornecem poucas calorias).?

5 - Aumentar o consumo de frutos e sumos naturais de fruta.

Os frutos são também muito ricos em água, fibras, vitaminas e sais minerais, pelo que são excelentes para consumir nesta altura do ano e não só. O organism, em geral, e o aparelho digestivo e a pele, em particular, beneficiam bastante com o seu consumo regular.

Dr. Nuno Nunes
(Nutricionista Clínica S. João de Deus www.saojoaodedeus.pt)

Comentários