Como ficar em forma na meia-idade

O que deve fazer aos 30 e aos 40 para que os 50 lhe pesem menos

O desporto nunca foi o seu forte, passa horas e horas sentado à secretária e sente que, apesar da sua juventude, o seu corpo já não é o que era?

Então, este artigo é para si. Indicamos-lhe os exercícios que lhe vão devolver a energia que precisa para se sentir em forma e saudável.

Saiba quais os benefícios que pode ter e, o mais importante de tudo, como começar!

Antes dos 30: Maximizar a saúde do organismo

As crianças e os jovens (também) precisam de fazer exercício. Cada vez mais, as actividades dos mais novos têm tendência a tornar-se sedentárias e a desprezar a importância de uma vida activa com brincadeiras e correrias. O exercício físico na vida pré-adulta é absolutamente essencial para o posterior desenvolvimento do organismo. Todas as nossas capacidades físicas são potenciadas até aos 30 anos. A massa óssea atinge o seu valor máximo nesta altura, bem como a massa muscular e a aptidão cardiorespiratória, que consiste na capacidade de absorver oxigénio.

Como explica o fisiologista Elvis Carnero, «a funcionalidade do organismo é maximizada na idade jovem adulta. Por exemplo, a densidade mineral óssea consolida-se por volta dos 30 anos, que é quando atinge o seu valor máximo».
Na verdade, a partir da meia-idade, que em termos de funcionamento orgânico se situa entre os 30 e os 40 anos, é quase impossível aumentar os níveis de força e resistência.

O desenvolvimento natural do organismo implica a perda gradual destas capacidades. É possível mantê-las, mas dificilmente se supera o pico atingido enquanto jovem. O mais importante? Potenciar a massa óssea e muscular ao máximo na juventude, para que, enfrentando o envelhecimento natural do organismo, os valores absolutos nunca venham a ser demasiado reduzidos e preocupantes.

Depois dos 30: Manter os níveis conquistados na juventude


O facto de a partir da meia-idade não ser possível atingir os níveis de desempenho da juventude não significa que já não vale a pena fazer exercício físico. A partir dos 30 anos o principal objectivo está em minimizar as perdas consequentes do envelhecimento e não deixar que os valores de massa óssea e muscular desçam abruptamente.

O objectivo é atrasar o envelhecimento e manter-se jovem e activo. Elvis Carnero ressalva que «uma coisa é chegar ao máximo que corpo permite, outra coisa é, para a saúde, não sentir tanto as perdas naturais do envelhecimento». As bases foram construídas na juventude mas mantê-las não só é possível como é essencial para uma vida saudável. Manter os níveis conquistados na juventude

Comentários