Comece o ano mais magro

O plano que lhe permite chegar ao novo ano mais elegante

Queremos que continue a viver as festas sem contar calorias e, por isso, pedimos a Teresa Branco, fisiologista na gestão do peso, que elaborasse uma dieta que contemplasse uma pausa na passagem de ano e que lhe permitisse começar o ano com menos um quilo.

«Apesar de ser apenas um quilo, tem um impacto enorme na forma como irá gerir o peso ao longo do ano. É motivador e dá força para alcançar objetivos relacionados com a perda do peso e a melhoria da saúde», refere a especialista. Vamos então começar!

Partilhe as sobras de Natal

A melhor forma de utilizar as sobras da comida de Natal será «oferecê-las a quem mais necessita. Existem instituições que necessitam do seu apoio e essa será uma ótima forma de ensinar os seus filhos a serem solidários», refere a especialista. Quanto às caixas de bombons que se multiplicam nesta altura, «ofereça algumas e guarde uma (de chocolate preto) para comer um bombom por dia», sugere.

Regresse ao treino

Para combater os excessos do Natal e começar desde já a perder peso, Teresa Branco aconselha «os melhores exercícios são aqueles que nos fazem gastar mais calorias. A passadeira, a caminhada ou corrida na rua, a bicicleta, a elíptica ou aulas de step ou de aeróbica são bons exemplos. O ideal será treinar diariamente, pelo menos, 30 minutos». Se não tiver vontade de ir ao ginásio, «a natação poderá ser uma boa alternativa. As caminhadas na praia também. Os passeios de bicicleta e a corrida na rua são boas alternativas aos espaços fechados», acrescenta.

Encontre a motivação certa

Janeiro é, em geral, a melhor altura do ano para perder peso. «As pessoas tomam grandes resoluções nas suas vidas e uma delas é cuidar da saúde, por isso, estão muito motivadas. Mas, apesar da motivação de cada um, é necessário trabalhar as razões pelas quais quer emagrecer (vontade própria, conquistar alguém e/ou arranjar emprego, entre outros) e o que vai ganhar com essa perda (saúde, autoestima e/ou amor, entre outros).

Perante tudo isto, a motivação aumenta e os resultados aparecem», refere a especialista. «No final, quando subir à balança, a satisfação será tão grande que esquecerá de imediato as privações por que passou. Afinal era só uma rabanada ou um pedaço de bolo que duravam apenas uns segundos na boca», acrescenta ainda Teresa Branco.

Modere o consumo de álcool

Apesar de ter refeições livres na passagem de ano, aceite este conselho. «As calorias fornecidas pelo álcool são muitas e quase impercetíveis. Quanto mais beber menos noção terá de quanto está a engordar. Algumas pessoas tendem a comer mais quando bebem álcool, multiplicando assim as calorias ingeridas. Apesar de tudo, o vinho tinto será sempre a melhor opção. As bebidas que devemos mesmo evitar são as que contêm álcool e açúcar, como a caipirinha». Para reduzir a ingestão de bebidas alcoólicas na passagem de ano, opte por as beber apenas durante a refeição e/ou intervale sempre com um copo de água.

Comentários