Cinco chaves para uma alimentação segura

O Instituto Nacional de Saúde - Dr. Ricardo Jorge (INS) disponibiliza on-line o guia “As Cinco Chaves para uma Alimentação mais Segura”. O manual contém uma mensagem global de segurança alimentar.

Estima-se que, anualmente, 1.8 milhões de pessoas morram devido a doenças diarreicas, que, na maioria dos casos, estão ligadas a alimentos ou água contaminados. A preparação higiénica dos alimentos pode prevenir a ocorrência da maioria destes casos.

Esta é a mensagem base que traz o guia on-line “As Cinco Chaves para uma Alimentação mais Segura”. A obra é da autoria do INS, em conjunto com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Entre os conselhos inseridos neste manual, sublinha-se a necessidade de separar os alimentos crus de alimentos cozinhados, cozinhar bem os alimentos, manter os alimentos a temperaturas seguras, usar água e matérias-primas seguras.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) há muito tempo que adverte para a importância da formação dos manipuladores de alimentos, no que respeita à sua responsabilidade na segurança alimentar.

Recorde-se que, embora esteja a ser feito um grande esforço, por parte das entidades governamentais de todo o Mundo, no sentido de promover a melhoria da segurança da cadeia alimentar, a ocorrência de doenças de origem alimentar continua a ser um problema significativo de saúde pública, tanto nos países desenvolvidos como nos países em desenvolvimento.


artigo do parceiro:

Comentários