Chá poderoso

O chá das 30 ervas é preparado especialmente para beneficiar todo o organismo. Com uma elevada propriedade calmante e diurética, este chá é um aliado para a perda de peso de forma saudável. Descubra porquê.

Bebida manipulada por especialistas em fitoterapia, o chá das 30 ervas, como o próprio nome indica, é constituído por 30 ervas poderosas com vastas propriedades medicinais. Segundo Adriana Queiroz, Terapeuta Holística, os efeitos de cada planta potenciam o sucesso da outra. Esta combinação promove um elevado relaxamento muscular, no qual favorece um sono tranquilo, reparador e reduz a ansiedade que sente no dia-a-dia.

É um importante estimulante natural. Encontra-o facilmente em ervanárias e lojas especializadas em produtos naturais. A forma mais usual de consumo é mesmo em ervas, mas pode tomar também em cápsulas. O seu preço pode oscilar entre 10 e 12 euros. Para a sua eficácia e para prevenir quaisquer efeitos indesejáveis, aconselha-se que a sua toma contínua seja seguida por um especialista.

Benefícios

- Atua nas causas da obesidade;

- Contém um inibidor natural do apetite;

- Elevada propriedade digestiva, sendo indica para problemas gástricos;

- Regula a flora intestinal;

- Auxilia no combate da gordura localizada, combatendo eficazmente a inestética celulite e estrias;

- Controla a ansiedade;

- Regula os níveis do bom colesterol (LDL);

- Previne a diabetes;

- Controla os níveis de ácido úrico.

Contra-indicações

«De facto ajuda a perder alguns quilos e pode ser tomado, desde que com cautela, em grandes quantidades. Contudo pode ser prejudicial para a saúde», alerta Adriana Queiroz, Terapeuta Holística. É totalmente contra-indicado durante a gravidez, na amamentação e para pessoas com intolerância a alguma das ervas que o compõem. As crianças, idosos e portadores de qualquer doença, devem consultar um médico e/ou nutricionista.

Constituição

- Abacateiro (Persea americana);
- Chá verde (Camellia sinensis);
- Carqueja (Baccharis trimera);
- Erva-cidreira (Melissa officinalis);
- Chapéu-de-couro (Echinodorus macrophyllum);
- Jambolão (Syzygium cuminis);
- Cavalinha (Equisetum giganteum);
- Douradinha-do-campo (Waltheria douradinha St. Hilaire);
- Sene (Cassia angustifolia);
- Salsaparrilha (Smilax papyracea Poir);
- Erva de bugre (Casearia sylvestris);
- Carobinha (Jacaranda caroba);
- Melissa(Melissa officinalis);
- Dente-de-leão (Taraxacum officinale);
- Sete-sangrias (Cuphea carthagenensis);
- Bodelha (Fucus vesiculosos);
- Hibisco (Hibiscus syriacus);
- Cáscara sagrada (Rhamnus purshiana);
- Espinheira-santa (Maytenus ilicifolia);
- Quebra-pedra (Phyllanthus urinaria L);
- Maracujá (Passiflora sp);
- Graviola (Annona muricata L);
- Boldo-do-Chile (Peumus boldus Molina);
- Jurubeba (Solanum paniculatum L);
- Angélica (Angelica archangelica);
- Pau-ferro (Caesalpineae férrea);
- Cajueiro (Anacardium occidentale);
- Centella asiática (Hydrocotyle asiática);
- Alcachofra (Cynara scolymus);
- Porangaba (Cordia salicifolia).

Como consumir

Recomenda-se que seja consumido 1 litro de chá ao longo do dia, mas esta indicação não deve ser levada em conta se o seu médico prescrever uma toma diferente.

Ingredientes

1 chávena (chá) de chá de 30 ervas;
1 l de água.

Preparação
Leve a água ao lume, quando começar a ferver retire e junte as ervas. Deixe repousar durante 5 minutos e está pronto a beber.

Texto: Marisa Costa // Consultoria: Adriana Queiroz, Terapeuta Holística // http://drykaqueiroz.blogspot.com // 934641877

Saúde Hoje

Comentários