Mil folhas de sabor em chás repletos de benefícios

Felizmente, os dias frios trazem um amigo quentinho, que aquece as mãos enquanto reconforta a alma. Aprenda mais sobre esta aconchegante bebida que também pode ser ingerida fria.

É originário da Ásia e tem mais de cinco mil anos, mas é numa ilha europeia que tem alguns dos seus mais fervorosos adeptos. Em Inglaterra, onde ganhou fama graças a uma rainha portuguesa, o chá é um ritual diário incontornável. Estima-se que os britânicos bebam cerca de 165 milhões de chávenas por dia, por isso não é de estranhar que sejam realizados cursos para aprender a arte da preparação do chá e até sessões de degustação. 

Mais do que mero prazer, beber uma chávena de chá pode trazer benefícios para a saúde. Deixamos-lhe aqui algumas dicas para que saboreie em pleno a segunda bebida mais consumida em todo o planeta:

- Preto, branco ou verde?

Seja qual for a sua cor, o chá deriva de uma só planta, a camellia sinensis, um arbusto de folhas verdes. O que distingue os vários tipos é o processo a que são submetidas as folhas. No chá branco, são retirados os botões e folhas jovens antes da oxidação. No verde, o processo de oxidação é interrompido na fase inicial e, no preto, é mais prolongado. Para além da designação, também o sabor e a sua composição diferem.

Estima-se que o chá branco contenha um teor de antioxidantes três vezes superior ao registado no chá verde. O grau de teína é idêntico, entre 40 a 50 mg por chávena, apesar de tudo mais reduzido do que o presente numa chávena de café (70 a 130 mg de cafeína). Tanto um como outro devem ser consumidos com moderação.

- Elixir de saúde

Graças a um elevado teor em antioxidantes, o chá atingiu o estatuto de bebida benéfica para a saúde. Estima-se que contenha dez vezes mais antioxidantes que a fruta e vegetais, isto sem contar com o magnésio, o flúor, o potássio e as vitaminas do complexo B que integram a sua composição.

Estudos têm demonstrado o seu efeito anti-cancerígeno e anti-inflamatório, assim como a sua acção na prevenção de doenças cardiovasculares e na manutenção da memória. No combate ao excesso de peso o chá, sobretudo o verde, parece ser um bom aliado ao estimular o metabolismo e a eliminação de massa gorda. Não deve, contudo, exceder as três ou quatro chávenas diárias.

Jogo de aromas

A família do chá conta agora com alguns elementos originais, aromatizados com fruta, flores ou especiarias. Mas, para receber o justo nome de chá, a bebida deve conter na sua composição folhas de camellia sinensis. Caso tenha apenas fruta ou flores denomina-se infusão, como acontece com a camomila, lúcia-lima ou limão.

A vantagem da infusão é a inexistência de cafeína, o que permite consumi-la à noite sem colocar em risco as horas de sono. Este chá é também uma boa alternativa para manter a hidratação diária.

Veja na página seguinte: Como eliminar a teína do chá

Comentários