A dieta das proteínas

O regime com poucos hidratos de carbono a que atrizes como Sandra Bullock recorrem

A sua imagem não deixa ninguém indiferente. Musculada e de compleição atlética, a bonita atriz Sandra Bullock está convencida de que este é o método que mais se ajusta ao seu metabolismo. É rigoroso e exige força de vontade. Polémica, mas com fama de ser eficaz, a dieta de proteínas de Atkins, mais conhecida como Dieta Atkins, assegura que os quilos perdidos não se recuperam.

Para que tal se verifique, este regime hipocalórico requer, contudo, uma mudança de hábitos e uma consulta médica. Durante a dieta, os nutrientes em falta são substituídos por suplementos vitamínicos, os quais devem ser sempre prescritos por um especialista. O método Atkins, também apelidado de dieta das proteínas, é, segundo o seu criador, um sistema nutricional. Quem decide segui-lo tem de mudar os seus hábitos alimentares drasticamente.

O seu fundamento é simples. O nosso organismo acumula hidratos de carbono e gorduras para conseguir a energia que necessita, mas o organismo apenas os armazena em quantidades reduzidas. Deste modo, se o seu consumo for limitado, o organismo irá buscar a energia que necessita às gorduras que estão acumuladas, o que faz com que se perca peso e volume.

Quanto se emagrece?

Isso depende da quantidade de gordura que tem a mais. Se pesa 65 quilos pode perder com facilidade 10 quilos. Há casos de mulheres com mais de 90 quilos que perdem até 30… não há uma regra definida, pois cada pessoa escolhe os quilos que quer perder e, quando o consegue, seguirá o mesmo método para manter o peso desejado.

Afetará a saúde?

Se não tiver problemas de saúde antes de iniciar a dieta e se cingir ao plano elaborado pelo especialista não afeta. É importante ir ao médico, fazer análises clínicas e controlar os níveis de glicose antes de começar a dieta.

As fases desta dieta:

Fase 1 - Introdução

É a mais drástica, pois tem de se eliminar praticamente todos os hidratos de carbono da alimentação diária para que o organismo comece a queimar gorduras. Não se prolonga por muito tempo, durando, geralmente, 14 dias.

Fase 2 - Perda progressiva

Já começou a perder quilos mas, na segunda fase, a perda de peso é mais lenta. Introduzem-se alguns hidratos de carbono na alimentação, cinco gramas de hidratos de carbono por semana. Esta fase dura até faltar perder entre 2,2 e 4,5 quilos em relação ao objetivo inicial.

Fase 3 - Pré-manutenção

Aumente a ingestão de hidratos de carbono, adicionando dez gramas diários cada semana, enquanto continua a emagrecer. Se voltar a engordar, reduza os últimas dez gramas de hidratos que adicionou, até atingir o peso que tinha quando chegou a esta fase. Esse será o seu aporte ideal de hidratos de carbono e que deverá manter para sempre.

Fase 4 - Manutenção

Coma três a cinco refeições por dia, respeitando sempre a quantidade de hidratos de carbono adequada para si. Ingira a quantidade que quiser de peixe, marisco, carne e ovos. Tempere os seus pratos com ervas aromáticas e especiarias. Ingira uma taça de salada a acompanhar as refeições principais (assim vai ingerir menos alimentos calóricos). Beba, pelo menos, oito copos de água sem gás por dia e tenha em conta que uma infusão não substitui a água. O álcool é proibido.

A opinião da fisiologista da gestão do peso Teresa Branco

«A Dieta de Atkins apresenta uma abordagem rica em proteína e gordura e pobre em hidratos de carbono», explica a especialista. São vários os pontos fortes deste regime:

- É possível a ingestão de alimentos muito apaladados que usualmente são proibidos noutro tipo de dietas pobres em calorias, como os queijos, os enchidos, entre outros.

- Esta abordagem alimentar tem barras, batidos e cereais muito pobres em hidratos de carbono e ricos em proteínas que devem ser utilizados entre as refeições.

- Durante as refeições principais é possível comer a quantidade de carne ou peixe desejada, bem como de vegetais.

- A restrição em hidratos de carbono é feita de acordo com o número de quilos que é necessário perder.

- A manutenção permite a inclusão de hidratos de carbono.

Mas nem tudo são boas notícias. A Dieta Atkins apresenta algumas desvantagens, nomeadamente na fase de indução, a primeira fase, por ser muito restritiva em hidratos de carbono. Além disso esta «é uma estratégia alimentar difícil de manter para algumas pessoas, devido ao facto de restringir alimentos como o arroz, o pão, a massa, entre outros», destaca Teresa Branco. De salientar ainda que açúcar, o leite, o iogurte, a frutas, sumo, produtos com farinha, cereais e leguminosas e legumes feculentos, como as batatas, estão banidos.

Texto: Rita Caetano com Teresa Branco (fisiologista na gestão de peso)

artigo do parceiro:

Comentários