A dieta da duquesa de Cambrige

O regime restritivo a que Kate Middleton recorreu para emagrecer para o seu casamento

É uma das mulheres mais fotografadas do mundo e, apesar de sempre ter sido magra, também Kate Middleton achou que deveria fazer perder peso antes de casar com o príncipe William de Inglaterra e depois de ter sido mãe.

Pierre Dukan, com mais de 40 anos dedicados à nutrição, publicou o seu livro com o plano de emagrecimento, a famosa Dieta Dukan, em França, em 2001.

E, desde essa altura, o número de leitores não parou de crescer. Só em França, existem cinco milhões de pessoas a seguirem esta dieta. No Reino Unido, onde reside a duquesa de Cambrige, o número não difere muito. Pierre Dukan, o criador deste plano de emagrecimento que se baseia na ingestão de mais proteínas e menos hidratos de carbono e gorduras, divide o seu método em quatro fases. A primeira é muito restritiva e a última de manutenção. Durante o período da dieta combinam-se 100 alimentos, 72 dos quais são ricos em proteínas animais e 28 em proteínas vegetais.

Estas são as quatro fases da dieta:

Fase 1 - O ataque

É a fase das proteínas puras. É o período da dieta mais motivador, pois a perda de peso é muito rápida. Embora não seja possível eliminar da alimentação todos os hidratos de carbono e as gorduras porque, à exceção da clara de ovo, não há alimentos que sejam compostos única e exclusivamente por proteínas, o objetivo é consumir as proteínas o mais puras possível. Por este motivo, deve-se apostar em algumas carnes, mariscos, ovos e laticínios sem matéria gorda. Não há restrições nas quantidades. Dura entre um a dez dias, de acordo com o peso que se quer perder.

Fase 2 – Cruzeiro

É a fase das proteínas e dos legumes. É importante que esta fase seja a continuação da primeira. Para que o método funcione corretamente e a perda de peso seja a desejada, estas duas etapas são indissociáveis. Neste período, as refeições de proteínas puras devem ser alternadas com outras de proteínas e vegetais. A altura em que se termina uma fase e se começa outra depende do peso a perder, da idade e da motivação. ¬ Não há restrições nas quantidades dos alimentos permitidos. Dura o tempo necessário até atingir o peso desejado.

Fase 3 – Consolidar

Esta é a fase em que se aprende a manter o peso. Uma vez alcançado o peso desejado, devem introduzir-se alimentos mais variados. As quantidades são limitadas. Tem a duração de 10 dias de consolidação por cada quilo perdido.

Fase 4 - A estação

Será que esta é mesmo o ponto final? Consiste em aplicar medidas simples para não recuperar o peso perdido. Uma vez por semana deve voltar ao plano de ataque e às proteínas puras. Como este é um plano de reeducação alimentar, dura o resto da vida.

As sete chaves do método Dukan:

1. É eficaz. Consegue-se perder peso em tempo recorde.

2. É rápida. Os resultados são visíveis desde a primeira fase.

3. Não se passa fome. As quantidades de alimentos permitidas são generosas.

4. Segue uma estrutura. Tem quatro fases bem definidas.

5. Alcança-se o peso ideal. Todas as pessoas com excesso de peso podem alcançar o seu peso ideal.

6. Não se baseia em preparados. As proteínas obtêm-se a partir dos alimentos.

7. É possível manter o peso. se se seguirem as regras de cada fase.

A opinião de Teresa Branco

«Esta abordagem alimentar é extremamente rica em proteína, muito pobre em hidratos de carbono e pobre em gordura», explica a especialista Teresa Branco, fisiologista na gestão de peso. O ponto forte é que existe uma perda de peso muito grande na primeira fase, o que pode ser muito motivador.

Porém, existem algumas desvantagens. A primeira fase da dieta é extremamente restritiva. É muito difícil de ser mantida durante muito tempo, não tem aporte suficiente de gordura e fruta e é uma estratégia alimentar difícil de manter para algumas pessoas, devido ao facto de restringir muitos alimentos como o arroz, o pão, a massa, entre outros alimentos. Além disso, com este tipo de abordagem alimentar é quase impossível realizar atividade física.

Texto: Rita Caetano com Teresa Branco (fisiologista na gestão do peso)

artigo do parceiro:

Comentários