7 erros que comete ao comer (sem saber)

Descubra os comportamentos e mitos dietéticos que estão a sabotar a sua alimentação e a sua saúde

Nunca estivemos tão informados sobre os efeitos benéficos ou nocivos deste ou daquele alimento e, paralelamente, as diferentes teorias alimentares estão a viver um momento de glória no que à sua difusão diz respeito.

Mas debaixo desta enxurrada de conhecimento nutricional encontra-se um estado de confusão, em certa medida suportado por determinadas atitudes do nosso dia a dia.

A proliferação de algumas teorias nutricionais sem fundamento científico (mas que se tornam atraentes e originais) que circula por aí também não ajuda.Tudo isto fez-nos incorporar nos nossos hábitos, quase sem nos darmos conta, uma série de erros que, em alguns casos, podem representar graves consequências para a saúde.Estes são alguns dos mais comuns. Aprenda a identificá-los e a eliminá-los. Dizemos-lhe como!

1. Nunca tenho tempo para tomar o pequeno-almoço com calma

O que faz

Sai de casa à pressa, levando no estômago, quanto muito, um café. Costuma acontecer consigo, não costuma?

Porque está errado

Falta de energia, cansaço, mau humor... Estes são sintomas que pode sentir ao longo da manhã. O organismo pode adaptar-se a um jejum de até 12 horas. A partir daí, as reservas de energia, armazenadas em forma de glicose, começam a desaparecer e o nosso rendimento piora, afetando particularmente as capacidades de memorização e/ou aprendizagem.

Mas não é só isto. Quando saltamos o pequeno-almoço, privamo-nos de alimentos muito saudáveis, como o o leite e derivados, os cereais e a fruta. «Se beber apenas um café, mesmo sendo este um excitante, sentirá energia momentaneamente mas depressa cairá», adverte Magda Roma, nutricionista, responsável do Departamento de Investigação e Diagnóstico das Clínicas Persona.

O que deve fazer

Levante-se 15 minutos antes e prepare um pequeno-almoço com lacticínios ou substitutos, fruta ou sumo natural e cereais ou derivados. São nutrientes essenciais e que dão energia.

Ver artigo completo

Comentários