Zonas montanhosas da Madeira sob aviso vermelho devido ao calor

Situação resulta da influência de uma massa de ar tropical quente com origem no norte de África
9 de julho de 2013 - 07h11



As zonas montanhosas da Madeira estão hoje e quarta-feira sob aviso vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, devido ao calor, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).



De acordo com o IPMA, as zonas montanhosas da Madeira vão estar sob aviso vermelho entre a 01:00 de hoje e as 18:59 de quarta-feira, passando depois a aviso amarelo, o segundo menos grave de uma escala de quatro, até às 00:59 de sexta-feira.



Esta situação resulta da influência de uma massa de ar tropical quente com origem no norte de África, podendo a temperatura atingir os 30 graus Celsius.



O Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira recomenda no seu site na Internet que "seja evitada a realização de queimadas ou fogueiras para recreio ou lazer ou para confeção de alimento".



Também o Instituto de Administração da Saúde e Assuntos Sociais da Madeira aconselha a população a procurar locais frescos ou climatizados, evitar a exposição direta ao sol entre as 11:00 e as 18:00, aumentar a ingestão de água ou de sumos de fruta e evitar o consumo de álcool e cuidados relativos aos grupos mais vulneráveis, nomeadamente doentes crónicos, idosos, crianças, grávidas e trabalhadores com tarefas expostas ao sol.



Também por causa do calor, o IPMA colocou sob aviso laranja os distritos de Bragança, Castelo Branco e Guarda entre as 06:00 de hoje e as 17:59 de quarta-feira.



Os distritos de Vila Real, Viseu, Leiria, Santarém, Lisboa, Setúbal, Portalegre, Évora, Beja e Faro vão estar até às 17:59 de quarta-feira sob aviso amarelo também devido à persistência de valores elevados das temperaturas máximas.



O IPMA prevê para hoje no continente continuação de tempo quente, em especial nas regiões do interior, céu pouco nublado ou limpo, aumentando temporariamente de nebulosidade nas regiões Norte e Centro durante a tarde, vento em geral fraco do quadrante oeste, soprando moderado nas terras altas durante a tarde e descida de temperatura, em especial da máxima nas regiões do litoral a norte do Cabo Raso.



Na Madeira a previsão aponta para céu pouco nublado e vento fraco enquanto nos Açores preveem-se períodos de céu muito nublado e veto fraco a moderado.



Quanto às temperaturas, em Lisboa e Portalegre prevê-se uma máxima de 38 graus Celsius, em Castelo Branco 41, Évora e Beja 39, em Bragança 37, Viseu e Vila Real 36, no Porto 28, em Faro 33, no Funchal 29, em Ponta Delgada 23, Angra do Heroísmo 24 e em Santa Cruz das Flores 25.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários