Vitamina C injetável pode ajudar nos tratamentos contra o cancro

Testes foram realizados também em doentes oncológicos em fase terminal

10 de fevereiro de 2014 - 16h10

Segundo um eestudo publicado na Science Translational Medicine, um grupo de cientistas da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, defende que, por via intravenosa, a vitamina C pode ser um tratamento seguro, barato e eficaz para o cancro do ovário e outros tipo de cancro.

A utilização da vitamina C no tratamento contra o cancro não é novidade, uma vez que nos anos 70 o químico Linus Pauling reportava a eficácia do uso intravenoso da vitamina C.

Porém, ensaios clínicos com a vitamina C dada por via oral mostraram-se ineficazes, uma vez que, sabe-se agora, o corpo humano expele rapidamente a vitamina C quando ingerida.

O grupo de cientistas da Universidade do Kansas injetou vitamina C em células cancerígenas do ovário, em laboratório, e também em ratos e em pacientes num estado avançado deste tipo de cancro. A experiência permitiu concluir que as células cancerígenas eram sensíveis à vitamina C, enquanto as normais não eram afetadas.

O tratamento mostrou-se eficaz em paralelo com quimioterapia convencional usada para diminuir o crescimento dos tumores.

Um possível obstáculo ao avanço da investigação é a falta de disposição das empresas farmacêuticas em financiar os testes, uma vez que não há como patentear a vitamina C - um produto natural.

SAPO Saúde

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários