Vírus H7N9 da gripe das aves é um dos mais fatais, diz a OMS

Foi confirmado primeiro caso fora da China continental
24 de abril de 2013 - 15h22



O H7N9 é um dos vírus da gripe aviária mais fatais conhecidos até agora, indicou esta quarta-feira um membro da Organização Mundial de Saúde (OMS), que chegou à China para investigar a doença, transmitida pela primeira vez ao ser humano há várias semanas.



No total, 108 pessoas foram infetadas pelo vírus, provocando 22 mortos.



"É, sem dúvida, um dos vírus mais fatais que já conhecemos até ao momento", declarou Keiji Fukuda, numa conferência de imprensa em Pequim.



"Pensamos que este vírus (H7N9) é mais facilmente transmissível ao homem que o H5N1", acrescentou Fukuda, que classificou a estirpe de "excecionalmente perigosa".



Pela primeira vez, foi confirmado um caso esta quarta-feira fora da China continental, em Taiwan, num homem que esteve em Suzhou, na China.



Atualmente, "nenhuma forma duradoura de transmissão entre humanos foi constatada", reiteraram os investigadores da OMS no comunicado.



SAPO Saúde com AFP
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários