Vírus da sida reaparece em criança norte-americana que se julgava curada

Já são três os casos mundiais de reincidência da doença
11 de julho de 2014 - 16h30



O vírus da sida reapareceu na criança norte-americana que se julgava ter ficado tratada quando era recém-nascida, anunciaram as autoridades dos Estados Unidos.



A notícia de que a bebé, nascida com o vírus da sida transmitido pela mãe, já não estava infetada foi dada em março do ano passado, criando esperanças de encontrar uma cura para os recém-nascidos, desde que submetidos a um tratamento precoce e agressivo.



Hannah Gay, pediatra da Universidade do Mississípi que tratou a bebé, disse na quinta-feira que a constatação de que a criança, agora com quatro anos, ainda está infetada foi como “um murro no estômago”.



Em março deste ano, médicos e cientistas norte-americanos anunciaram um outro caso de uma bebé nascida com o vírus da sida e que se mantinha sem sinais da infeção 11 meses depois de ter sido submetida a tratamentos com antirretrovirais, naquele que se tornou o segundo caso conhecido no mundo.



Por Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários