Vinte e cinco regiões com radiação ultravioleta muito perigosa

Vinte e cinco regiões do país apresentam esta sexta-feira risco muito alto e alto de exposição à radiação ultravioleta (UV), segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).
créditos: EPA/ARNO BURGI

De acordo com o instituto, Beja, Évora, Faro, Porto Santo, Sagres e Sines apresentam risco muito alto de exposição à radiação UV enquanto Aveiro, Bragança, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Lisboa, Penhas Douradas, Porto, Portalegre, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo, Viseu, Vila Real, Horta, Angra do Heroísmo e Ponta Delgada (Açores) estão com níveis altos.

O IPMA indica que Santa Cruz das Flores (Açores) e o Funchal estão com níveis moderados de exposição à radiação UV.

O IPMA prevê no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral oeste a sul do cabo Mondego e na região sul até meio da manhã. Durante a tarde, prevê-se um aumento temporário de nebulosidade no interior das regiões norte e centro com possibilidade de ocorrência de aguaceiros.

Está também previsto vento em geral fraco do quadrante norte, soprando moderado de noroeste no litoral oeste em especial durante a tarde, com rajadas até 50 quilómetros por hora, e nas terras altas até meio da manhã e para o final do dia.

Em Lisboa as temperaturas vão variar entre 16 e 23 graus Celsius, no Porto entre 14 e 23, em Setúbal entre 16 e 21, em Leiria entre 15 e 23, em Santarém entre 15 e 24, em Bragança entre 11 e 24, em Viseu entre 12 e 25, na Guarda entre 10 e 22, em Castelo Branco entre 15 e 28, em Coimbra entre 13 e 25, em Évora entre 12 e 27, em Beja entre 13 e 26 e em Faro entre 16 e 25.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários