Vacinas com dose reforçada são mais eficazes na proteção dos idosos contra a gripe

Vacina trivalente de alta antigripal mais eficaz e segura que a vacina normal
14 de agosto de 2014 - 13h44



Vacinas de alta dosagem são 24% mais eficazes para proteger as pessoas com mais de 65 anos contra a gripe e as suas complicações, segundo um estudo publicado na revista médica norte-americana New England Journal of Medecine (NEJM).



O ensaio clínico envolveu cerca de 32 mil participantes em 126 centros de pesquisa nos Estados Unidos e no Canadá durante as temporadas de gripe 2011/2012 e 2012/2013 no hemisfério norte.



Os investigadores compararam uma vacina trivalente de alta antigripal e uma vacina normal entre as pessoas com mais de 65 anos.



Os especialistas concluíram que a vacina de alta dosagem era segura e gerava uma resposta de anticorpos mais elevada, protegendo esta população, que é mais vulnerável.



O estudo, publicado na quarta-feira, indicou ainda que a vacina poderia evitar as hospitalizações, as pneumonias, os problemas cardiorrespiratórios e o uso de medicamentos.



Em média, a gripe sazonal fez 36 mil mortos por ano e provocou 226 mil hospitalizações anuais nos Estados Unidos entre 1990 e 1999, sublinharam os investigadores da faculdade de medicina da Universidade Vanderbilt.



As pessoas acima dos 65 anos são particularmente sujeitas às complicações da gripe e são responsáveis pelo maior número de internações e mortes em relação a esta infeção viral.



Segundo o estudo, a vacina de alta dosagem deverá permitir evitar um caso em quatro de gripe entre as pessoas mais idosas.



Por Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários