Unidade de Saúde da Guarda investe 495 mil euros na beneficiação de dois edifícios

A Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda anunciou que vai investir 495 mil euros na remodelação da cobertura de um edifício do Hospital Sousa Martins e das instalações da extensão de saúde de São Romão, em Seia.

Segundo uma nota da ULS, as obras na cobertura do Pavilhão 5 do hospital da Guarda, que até à abertura do novo bloco, em junho de 2014, alojou vários serviços incluindo as urgências, foram iniciadas esta semana e estão orçamentadas em 375 mil euros.

"O responsável pela empresa a quem foi adjudicada a obra reuniu esta semana com o Conselho de Administração da ULS da Guarda e assegurou que a obra ficará concluída dentro de 120 dias", lê-se no comunicado.

A intervenção na cobertura do edifício, que foi inaugurado na década de 1990, pretende corrigir deficiências existentes relacionadas com infiltrações de água.

Fonte da instituição disse hoje à agência Lusa que no edifício estão atualmente alojados os serviços de anestesiologia, ginecologia, unidade de acidentes vasculares cerebrais (AVC) e cirurgia do ambulatório, entre outros.

A ULS, presidida por Carlos Rodrigues, anunciou ainda que foram iniciadas na quinta-feira as obras de remodelação e de beneficiação das instalações da extensão de saúde de São Romão, no concelho de Seia, com um custo global de cerca de 120 mil euros.

"O empreiteiro responsável pela obra reuniu com o Conselho de Administração da ULS e assegurou a execução da obra no prazo de 120 dias, tal como está previsto no caderno de encargos do procedimento e da proposta adjudicada", sublinha a fonte.

A nota refere ainda que as obras são executadas com "o esforço financeiro da ULS da Guarda".

A ULS/Guarda integra dois hospitais (Hospital Sousa Martins - Guarda e Hospital Nossa Senhora da Assunção - Seia) e 13 centros de saúde, prestando assistência a cerca de 150 mil habitantes.

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários