Um em cada 18 doentes internados na Europa contrai infeções hospitalares

Portugal é dos que apresentam taxas mais altas entre os 30 países europeus analisados

4 de julho de 2013 - 17h31

Um estudo divulgado esta quinta-feira pelo Centro Europeu para a Prevenção e Controlo de Doenças conclui que, num conjunto de 30 países europeus, 80 mil doentes são infetados todos os dias, ou seja, um em cada 18 doentes internados nos hospitais europeus contrai diariamente uma infeção.

Portugal surge nesta análise, a primeiro do género a esta escala, como sendo dos países onde as infeções hospitalares são mais frequentes.

A taxa global de infeções rondará os 10,8%, o que significa que pelo menos um em cada dez doentes é infetado duante a sua passagem pelas unidades de saúde nacionais.

No total, são cerca de 3,2 milhões os doentes afetados anualmente  por este “grave problema de saúde pública”, sublinha o diretor daquele organismo, Marc Sprenger.

Os autores desta análise, que incluiu cerca de mil hospitais, lembram que enquanto algumas infeções são tratadas facilmente, outras têm efeitos mais sérios, fazendo aumentar o tempo de internamento dos doentes e obrigando mesmo a intervenções cirúrgicas.

As infcções são mais frequentes entre os doentes internados nos cuidados intensivos, onde pelo menos 19,5% dos pacientes contraem uma infeção.

As mais comuns são as respiratórias (como a pneumonia), seguidas das infeções urinárias e da corrente sanguínea.

SAPO Saúde

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários