Tumores ósseos: Centro Hospitalar Gaia/Espinho aplica técnica pioneira no tratamento da doença

Uma técnica pioneira no tratamento de tumores ósseos que evita incisões está a ser aplicada pela primeira vez em Portugal no serviço de imagiologia do Centro Hospitalar de Gaia e Espinho.

A técnica em causa – Crioablação Percutânea guiada por imagem – é um tratamento minimamente invasivo que consiste na introdução, através da pele e sem necessidade de incisão, de uma agulha especial guiada por Tomografia Computorizada (TC) que permite o seu posicionamento com grande precisão no seio do tumor.

A agulha gera gelo no interior do tumor, o que leva à destruição das células tumorais, permitindo assim que este possa ser tratado de forma eficaz, com preservação dos tecidos e órgãos adjacentes.

A primeira Crioablação Percutânea Guiada por Imagem foi realizada pela Unidade de Radiologia de Intervenção do Serviço de Imagiologia do Centro Hospitalar Gaia/Espinho, em colaboração com os Serviços de Hemato-Oncologia e Anestesia.

A técnica foi usada numa doente que 24 horas após o tratamento teve alta clínica. A doente, do sexo feminino, com 77 anos, apresentava um tumor na grade costal e necessitava de uma intervenção curativa, de forma a necrosar a lesão.

O procedimento, realizado com anestesia, teve uma duração de cerca de 90 minutos.

Esta nova técnica está indicada, sobretudo, no tratamento de tumores ósseos, dependente, no entanto, da avaliação clínica de cada caso.

13 de julho de 2011

Fonte: Lusa


Comentários