Tuberculose diminuiu em 2013, maior incidência é em Lisboa e no Porto

A taxa de incidência de tuberculose em Portugal diminuiu 7% em 2013, face ao ano anterior, com as cidades do Porto e de Lisboa a registarem a maior incidência de todo o país, segundo um relatório apresentado esta sexta-feira.
créditos: Lusa

De acordo com o relatório “Portugal – Infeção VIH, SIDA e Tuberculose”, foram notificados no ano passado 2.195 novos casos, o que representa uma taxa de incidência de 21,1/100.000 habitantes.

Cerca de 38% dos doentes com tuberculose tinham ‘comorbilidades’ reconhecidas como de risco para tuberculose, sendo a mais significativa a infeção por VIH (14,5%).

A proporção de doentes com tuberculose e doença oncológica, com diabetes ou patologia inflamatória articular tem aumentado nos últimos anos.

O documento indica ainda que perto de 30% dos doentes tinha fatores de risco sociais, entre os quais o consumo de álcool e o consumo de drogas ilícitas.

Taxa de sucesso terapêutico elevada

Dos 1.114 casos com tuberculose confirmada e tratamento terminado, 931 tiveram sucesso terapêutico, o que representa uma taxa de sucesso de 83,6%.

Em contrapartida, 32 interromperam o tratamento (2,9%) e 113 morreram no decorrer do tratamento para tuberculose (10,1%).

A Direção-Geral da Saúde recomenda a identificação e correção das barreiras ao diagnóstico célere da tuberculose e a definição de protocolos com vista ao rastreio e deteção precoce nos grupos de maior risco.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários