Trocar mensagens pelo telemóvel à noite prejudica o sono

Pessoas que usam telemóvel antes de ir para a cama são mais propensas a ter problemas com o sono
22 de outubro de 2013 - 09h09



Jovens que têm problemas relacionados com o sono devem deixar os telemóveis de lado antes de dormir, é o que concluiu um estudo agora divulgado. As pessoas que trocam muitas mensagens pelo telemóvel durante a noite são mais propensas a insónias, a dormir poucas horas ou a sentir mais cansaço ao longo do dia seguinte.



O estudo mostrou que esse efeito parece ser ainda pior quando o indivíduo está, por qualquer motivo, sob stress — nesse caso, usar o telemóvel antes de dormir pode afetar também a saúde emocional. "Trocar mensagens ao se deitar pode exacerbar os efeitos psicológicos negativos do stress", diz Karla Murdock, coordenadora do estudo.



A pesquisa foi feita na Universidade Washington and Lee, nos Estados Unidos, e divulgada na edição deste mês do periódico Psychology of Popular Media Culture. Ao todo, foram avaliados 83 estudantes universitários de 18 aos 21 anos.



Os estudantes foram submetidos a vários testes e os participantes que usavam o telemóvel antes de ir para a cama com maior frequência revelaram-se mais propensos a ter problemas relacionados com sono.



A autora salienta que o estudo não mostra que o uso do telemóvel à noite causa diretamente problemas relacionados com o sono, mas sim que existe uma associação entre esses dois fatores. Mesmo assim, a investigadora sugere que as pessoas diminuam o uso dos telemóveis depois de se deitarem como forma de prevenir distúrbios de sono.



SAPO Saúde com AFP


artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários