Trabalhadores da Saúde 24 vão parar entre hoje e domingo

Hoje, no Parlamento, vários enfermeiros da linha de saúde protestaram com pensos na boca
24 de janeiro de 2014 - 15h46



Trabalhadores da Linha Saúde 24 vão parar entre hoje e domingo em protesto contra a situação dos enfermeiros que trabalham neste serviço, incluindo os despedimentos e os cortes de salário.



Segundo disse à agência Lusa Tiago Pinheiro, da comissão informal de trabalhadores da Linha Saúde 24, a paragem de enfermeiros vai ocorrer entre as 16:00 de hoje e o final do dia de domingo.



“Nos call centers em Lisboa e no Porto, as enfermeiras e enfermeiros que há anos asseguram o serviço são obrigados a parar perante uma empresa que contrata sem lei, despede sem lei e que destrói a linha, ignorando a importância deste serviço para a população. Depois do despedimento de mais de 100 pessoas, a falta de resposta política à situação, materializada no chumbo das propostas que poderiam resolver a situação, leva os trabalhadores a recorrer a esta paralisação”, alegam os trabalhadores num comunicado hoje divulgado.



Esta sexta-feira, no Parlamento, vários enfermeiros antigos trabalhadores da Linha de Saúde 24 foram retirados das galerias por protestarem com pensos vermelhos na boca.



SAPO Saúde com Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários