Paulo Macedo tem de avaliar se tem condições para se manter no cargo, diz PS

O PS acusou esta quarta-feira o ministro da Saúde de ser "o principal responsável político" pelos problemas no acesso a medicamentos para a hepatite C, desafiando Paulo Macedo a avaliar se tem condições para se manter no cargo.
créditos: MIGUEL A. LOPES/LUSA

“Há uma cadeia de responsabilidades que falhou, o senhor ministro é responsável. Não somos nós que temos de avaliar se tem ou não condições [para continuar], o ministro é que tem de fazer uma autoavaliação e, com o senhor primeiro-ministro, perceber se tem ou não condições para continuar a ser o titular da pasta”, afirmou a deputada do PS Luísa Salgueiro, em declarações aos jornalistas no parlamento.

Para o PS, depois de um laboratório ter divulgado que o medicamento em causa poderia ter sido disponibilizado gratuitamente, “já não se trata de uma questão de opção política, já não se trata de uma questão financeira”.

“Trata-se de um total desprezo e desconsideração pelos problemas das pessoas por parte do ministro da Saúde que é o principal responsável político por esta situação. Se não se considera responsável, tem de encontrar alguém que responda pelo que está a acontecer”, afirmou.

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários