Sobe para 59 o número de mortos pelo coronavírus MERS na Arábia Saudita

Vírus já atingiu 180 pessoas em todo o mundo
29 de janeiro de 2014 - 14h09
A Arábia Saudita anunciou esta quarta-feira a morte de uma pessoa que contraiu o coronavírus MERS, elevando para 59 o número de mortos por esta doença neste país.
Segundo o ministério da Saúde da Arábia Saudita, foram registados mais casos mas o número exato é ainda desconhecido.
Este novo vírus, chamado de Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS, sigla em inglês), de acordo com a terminologia da Organização Mundial da Saúde, atingiu desde setembro de 2012 cerca de 180 pessoas em todo o mundo, sendo que 77 morreram na consequência da doença, segundo a OMS. Há casos diagnosticados na Europa, em países como Alemanha e Reino Unido.
Cientistas chineses descobriram uma molécula que poderá bloquear a infeção causada por este vírus em células cultivadas em laboratório, revelou a revista Nature.
A forma de contamionhação pelo vírus continua por descobrir embora um estudo publicado no verão tenha concluído que a fonte do vírus seja uma população de morcegos na Arábia Saudita.

SAPO Saúde com AFP
artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários