SNS poupa um milhão de euros na compra de contracetivos por leilão eletrónico

Contracetivos adquiridos destinam-se ao cumprimento do Plano Nacional de Saúde Reprodutiva
21 de junho de 2013 - 14h42



Os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) anunciaram hoje uma poupança de um milhão de euros na compra de contracetivos através de dois leilões eletrónicos que aconteceram pela primeira vez nesta área.



Em comunicado, os SPMS revelaram que os contracetivos adquiridos destinam-se ao cumprimento do Plano Nacional de Saúde Reprodutiva.



Nestes leilões participaram dez fornecedores que, desta forma, assistiram às ofertas dos concorrentes e “usufruíram da possibilidade de saber a sua classificação de forma automática, em tempo real, podendo desta forma melhorar o seu posicionamento através da apresentação de nova licitação”.



Nos contracetivos orais as poupanças alcançadas foram superiores a 40 por cento, enquanto nos dispositivos uterinos se registaram reduções de preço de cerca de 20 por cento.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários