Sindicato dos Enfermeiros solicita reunião urgente com tutela

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses solicitou ao Ministério da Saúde a realização de uma reunião conjunta “ainda hoje”, tendo em conta a carta enviada quarta-feira pelo Ministério da Saúde a solicitar a reprogramação da greve.
créditos: LUSA

Numa missiva dirigida ao ministro da Saúde, e disponível no site do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), pode ler-se a solicitação do sindicato de uma “reunião conjunta”, a realizar “face ao atual contexto”, motivada pelo pedido do Ministério da Saúde para reconsiderar as datas da greve nacional devido ao surto de legionella.

Contactado pela Lua, fonte do gabinete do ministro da Saúde não confirmou a realização da reunião.

O SEP anunciou hoje que vai manter a greve nacional, marcada para sexta-feira e dia 21, respondendo negativamente ao apelo do governo para reconsiderar as datas do protesto.

O Ministério argumenta que o surto de legionella "ainda não se encontra debelado, podendo ainda aumentar o número de doentes com necessidade de cuidados de saúde", bem como a necessidade de recursos humanos, nomeadamente enfermeiros.

O SEP anunciou no início da semana uma greve nacional de dois dias, na sexta-feira e dia 21 deste mês, em protesto pelos cortes salariais nas horas extraordinárias, exigindo a progressão na carreira e a reposição das 35 horas de trabalho semanais.

O surto de ‘legionella’ com origem no concelho de Vila Franca de Xira infetou, até quarta-feira, 302 pessoas e o número de mortos pode subir para nove, segundo dados oficiais.

Comentários