Saúde foi o setor com maior aumento de reclamações

O número de queixas dos consumidores registadas nos livros de reclamações aumentou no primeiro semestre deste ano, face ao período homólogo, para as 139.599, mais 9.535 do que no mesmo período de 2014. Setor da saúde foi o que teve maior aumento.
créditos: MIGUEL A. LOPES / LUSA

Os dados foram anunciados em conferência de imprensa pelo secretário de Estado Adjunto e da Economia, Leonardo Mathias, no Ministério da Economia, em Lisboa.

Os números indicam que as entidades com maior número de reclamações entre janeiro e junho de 2015 foram a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) e a Entidade Reguladora da Saúde (ERS).

A ASAE recebeu 72.621 reclamações, mais 4% do que no ano passado, a Anacom registou 24.564 reclamações, um valor abaixo das 31.285 reclamações verificadas na primeira metade de 2014, e a ERS teve 17.989 reclamações, mais 67% do que no ano passado.

Leonardo Mathias justificou este aumento de 67% das reclamações registadas pela ERS com o facto de esta entidade agora agregar as reclamações dos setores privado e público, o que dá “um retrato mais fiel das reclamações do setor”.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários