Região Centro une-se com a Alemanha para potenciar ciências da vida e saúde

A região Centro e o Biocon Valley, um centro de ciências da vida e de economia da saúde no norte da Alemanha, estabelecem na quarta-feira neste país um acordo de parceria para estimular o desenvolvimento das duas áreas.

Os principais objetivos desta parceria são, designadamente, estimular a cooperação nas áreas da ciência e dos cuidados de saúde entre o Centro de Portugal e o estado alemão de Mecklenburg-Vorpommern, facilitar a comunicação e fornecer informação fulcral sobre os cuidados de saúde e a economia da saúde.

Além disso, os subscritores comprometem-se a iniciar uma colaboração direta entre os principais agentes destas regiões naquilo que respeita à indústria, investigação e serviços de cuidados de saúde.

As partes devem ainda identificar campos de interesse mútuo nestes setores estratégicos para as duas regiões – a saúde e a biotecnologia -, assim como promover a troca de informação académica e resultados de investigações.

A parceria será estabelecida, nesta fase inicial, por um período de três anos.

O Biocon Valley é uma rede que envolve 160 parceiros e está situada nas cidades universitárias de Rostock e Greifswald.

A assinatura do protocolo decorre na quarta-feira, em Rostock, durante a conferência sobre Economia da Saúde, que se realiza até quinta-feira.

Portugal está representado pelo ministro da Saúde, Paulo Macedo, pelo embaixador português em Berlim, Luís de Almeida Sampaio, e pela presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Ana Abrunhosa.

A comitiva integra também o presidente do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Martins Nunes, representantes das três universidades localizadas na região, nomeadamente a de Coimbra, de Aveiro e da Beira Interior (Covilhã), os responsáveis máximos do Turismo do Centro e da Administração Regional de Saúde do Centro, Pedro Machado e José Tereso, respetivamente, e ainda várias empresas representativas do setor.

O presidente do Centro Hospitalar Cova da Beira, Miguel Castelo-Branco, e responsáveis pelo hospital Rovisco Pais e pelo Biocant (parque tecnológico em Cantanhede) e Instituto Pedro Nunes (em Coimbra) também participam na conferência.

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários