Quinta-feira com chuva, descida das temperaturas e mar agitado

O distrito de Faro está esta quinta-feira (16/03) sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes e agitação marítima, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).
créditos: Pixabay

De acordo com o Instituto, o distrito de Faro está sob aviso amarelo desde as 06h00 de hoje e até às 03h00 de sexta-feira devido à previsão de aguaceiros, podendo ser por vezes fortes, persistentes e acompanhados de trovoada. Faro está também sob aviso amarelo até às 09h00 de sexta-feira devido à agitação marítima, prevendo-se ondas de sueste com 02 a 2,5 metros.

O aviso amarelo é o terceiro de uma escala de três e significa uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O IPMA prevê para hoje nas regiões do norte e centro do continente céu pouco nublado ou limpo, aumentando de nebulosidade na região Centro durante a tarde, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros fracos no litoral a sul do Cabo Mondego.

A previsão aponta também para vento fraco a moderado do quadrante leste, soprando temporariamente de noroeste no litoral durante a tarde e sendo por vezes moderado a forte nas terras altas da região Centro e pequena descida da temperatura máxima.

Na região Sul prevê-se períodos de céu muito nublado, aguaceiros, em especial no Algarve e no litoral a sul do Cabo de Sines, onde poderão ser por vezes fortes, persistentes e acompanhados de trovoada.

Está também previsto vento fraco a moderado do quadrante leste, sendo por vezes moderado a forte na costa sul do Algarve e nas terras altas e pequena descida de temperatura.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 11 e 21 graus Celsius, no Porto entre 12 e 23, em Vila Real entre 08 e 21, em Viseu entre 09 e 20, em Bragança entre 06 e 20, na Guarda entre 05 e 16, em Coimbra entre 12 e 22, em Castelo Branco entre 09 e 18, em Santarém entre 10 e 22, em Évora entre 08 e 19, em Beja entre 09 e 18 e em Faro entre 12 e 17.

15 alimentos para não ficar de cama

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários