Quase todo o país com risco muito alto de exposição à radiação UV

Radiação ultravioleta pode causar graves prejuízos para a saúde
5 de maio de 2014 - 08h22



Todo o país, com exceção de Santa Cruz das Flores, no grupo Ocidental dos Açores, apresenta hoje risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta (UV), de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).



Segundo o IPMA, as regiões de Beja, Aveiro, Bragança, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Funchal, Guarda, Leiria, Penhas Douradas, Porto, Portalegre, Porto Santo, Sagres, Santarém, Setúbal, Sines, Viana do Castelo, Viseu, Vila Real, Horta, Angra do Heroísmo e Ponta Delgada apresentam hoje risco muito alto de exposição à radiação UV.



Nestas regiões, o IPMA aconselha a população a utilizar óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar e a evitar a exposição das crianças ao sol.



A radiação ultravioleta pode causar graves prejuízos para a saúde se o nível exceder os limites de segurança, alerta o instituto.



O índice desta radiação apresenta cinco níveis, entre o baixo e o extremo, sendo o máximo o onze.



O IPMA prevê para hoje, no continente, céu pouco nublado ou limpo, temporariamente nublado por nuvens altas, apresentando-se muito nublado e com neblina ou nevoeiro na faixa costeira a norte de Sines até meio da manhã e para o final do dia.



A previsão aponta ainda para vento fraco, tornando-se do quadrante oeste a partir da tarde, e soprando moderado de noroeste na faixa costeira ocidental durante a tarde, vento moderado de sudoeste nas terras altas das regiões Norte e Centro e pequena descida da temperatura máxima nas regiões do litoral.



Quanto às temperaturas, em Lisboa prevê-se uma máxima de 28 graus Celsius, no Porto e em Ponta Delgada 20º, em Faro, Braga, Portalegre e Bragança 27º, Évora 30º, Beja e Castelo Branco 29º, na Guarda 24º, Funchal 22º, Santa Cruz das Flores e Angra do Heroísmo 19º.



Por Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários