Profissionais de saúde dos Açores voltam ao regime das 35 horas semanais

O líder SINTAP/Açores anunciou hoje um acordo com o Governo Regional no sentido de aplicar, até final do mês, aos profissionais de saúde de todas as carreiras especiais, as 35 horas de trabalho semanal.
créditos: MIGUEL A. LOPES / LUSA

Francisco Pimentel, do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos (SINTAP) nos Açores, em declarações à agência Lusa, considerou "proveitosa" a reunião mantida na manhã de hoje com o secretário regional da Saúde dos Açores, Luís Cabral, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, e registou a abertura do titular da pasta.

Nos Açores, existe cerca de uma centena de técnicos de diagnóstico e terapêutica, além de todos aqueles que pertencem às demais carreiras especiais de saúde, que trabalham, contrariamente aos outros profissionais da administração pública regional, 40 horas por semana.

O dirigente sindical, que ressalvou que os médicos e enfermeiros ficam de fora deste entendimento, declarou que estão a ser desenvolvidos esforços no sentido do texto final do acordo ficar concluído na próxima semana.

Francisco Pimentel disse ter registado "com muito agrado" a postura adotada pelo secretário regional da Saúde em todo este processo, bem como a "abertura política".

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários