Prevenir é o melhor remédio: a app que ensina a cuidar do coração

"Prevenir é o melhor remédio" é uma aplicação educativa, de intervenção social, que está já disponível. Concebida pelo cardiologista João Paisana Lopes, a aplicação - apresentada sob a forma de jogo - reproduz a vida real e transmite a todos os utilizadores diversos conhecimentos sobre prevenção cardiovascular.
créditos: Justin Sullivan/Getty Images/AFP

"Prevenir é o melhor remédio" é uma iniciativa de utilidade pública apoiada pela Sociedade Portuguesa de Cardiologia, que validou cientificamente os conteúdos da aplicação com base nas recomendações internacionais da Sociedade Europeia de Cardiologia sobre Medicina Preventiva.

Através do jogo, qualquer pessoa pode absorver conhecimentos como os que regularmente são transmitidos nas consultas médicas relacionadas com a saúde do coração: alimentação, obesidade, tabaco/álcool, exercício fisico, stress, cultura médica geral, entre outros conhecimentos úteis para quem quer aprender o essencial sobre prevenção cardiovascular.

Com esta aplicação, e devido à componente estratégica do jogo - composto por 440 perguntas de resposta múltipla - é possível aprender de forma divertida, viciante e sem esforço, sendo que as respostas erradas servem igualmente para adquirir conhecimentos em matéria de prevenção das doenças cardíacas.

É possível, por exemplo, aprender como prevenir um Enfarte Agudo do Miocárdio ou um Acidente Vascular Cerebral (AVC), bem como todas as doenças resultantes da aterosclerose.

A Divertiláxia, editora do jogo, vai igualmente lançar o formato tabuleiro, numa chegada ao mercado prevista para o segundo trimestre do corrente ano, permitindo assim a educação para a medicina preventiva em ambiente familiar e escolar.

A aplicação já está disponível no Google Play e custa 0,80€.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários