Portugal perto de momento histórico de tuberculose após descida em 2013

Portugal está acima da linha de baixa incidência
24 de março de 2014 - 13h01



Portugal registou 2.142 novos casos de tuberculose em 2013, menos 257 do que no ano anterior, o que coloca Portugal “à beira de um momento histórico” da doença, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).



No dia em que se assinala a descoberta do bacilo que causa a doença, a coordenadora do Centro de Tuberculose, Raquel Duarte, indicou que, em 2013, foram notificados 2.292 casos de tuberculose, dos quais 2.142 foram novos casos.



Isto significa que Portugal apresenta uma taxa de incidência de 20,4 por 100 mil habitantes, colocando o país “acima da linha que define a baixa incidência” (20 por 100 mil habitantes), adiantou.



Dos casos notificados, 1.602 (70 por cento) eram pulmonares, ou seja, a forma contagiosa e que transmite a doença na comunidade.



Raquel Duarte disse ainda que, no ano passado, assistiu-se a um arrastar da idade dos doentes.



Em 2000, quando Portugal teve mais de 4.000 novos casos de tuberculose, a patologia atingia sobretudo os adultos entre os 25 e os 40 anos.



No ano passado, os doentes tinham mais idade, “que é o que acontece nos países com baixa incidência”.



Os casos oriundos de outros países representaram 16,7 por cento, sendo de 26,8 por cento nos restantes países da União Europeia.



Ao nível das multiresistências, os dados apontam para 0,87 por cento destes casos “potencialmente intratáveis”.



Segundo Raquel Duarte, a tuberculose multirresistente está concentrada nos centros urbanos, com 13 dos 20 casos a estarem localizados na zona de Lisboa e Vale do Tejo.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários