Portugal assume compromisso de reduzir em 25% as mortes prematuras por doenças cardiovasculares até 2025

Dia Mundial do Coração celebra-se a 29 de setembro, mas as atividades estão programas para outubro
27 de setembro de 2013 - 09h22



Cerca de dois terços das mortes prematuras e um terço das doenças nos adultos estão associadas a comportamentos que tiveram início na juventude, incluindo o consumo de tabaco, a falta de atividade física e alimentação pouco saudável.



A doença cardiovascular causa 17,3 milhões de mortes por ano, sendo a principal causa de morte no mundo. Nesse sentido, Portugal é um dos 194 países que assume o compromisso de reduzir em 25% até 2025 o número de mortes prematuras provenientes de doenças cardiovasculares.



No Dia Mundial do Coração, que se assinala a 29 de setembro, a Fundação Portuguesa de Cardiologia realiza um conjunto de atividades para sensibilizar a população para a problemática das doenças cardiovasculares e para a necessidade de adotar estilos de vida saudáveis.



A doença cardiovascular, que inclui doenças do coração e AVC, afeta pessoas de todas as idades e todos os grupos da população, incluindo mulheres e crianças.



A maioria das doenças cardiovasculares é causada por fatores de risco que podem ser controlados, tratados ou modificados. Nesse sentido, os indivíduos devem tomar medidas pessoais para reduzir o seu risco e o das suas famílias, porque adultos saudáveis levam a famílias e comunidades saudáveis.



Atividades em outubro



A Fundação Portuguesa de Cardiologia e a Sociedade Portuguesa de Cardiologia pretendem reforçar a importância da prática de atividades físicas e desportivas e de um estilo de vida ativo para um melhor coração e uma vida mais saudável.



Como este ano, o Dia Mundial do Coração(folheto informativo em .pdf) coincidirá com as Eleições Autárquicas em Portugal, que terão lugar no mesmo dia, domingo, dia 29 de Setembro, as comemorações decorrerão no dia 19 de outubro de 2013, sábado.



SAPO Saúde
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários