PJ Militar investiga hospitais militares, médicos e empresas por suspeita de corrupção

Buscas e apreensões de documentos em instalações por suspeitas de crimes contra o Estado
25 de fevereiro de 2014 - 13h42



A Polícia Judiciária Militar (PJM) realizou hoje buscas e apreensões de documentos em instalações hospitalares, residências de médicos e empresas por suspeitas de crimes contra o Estado, corrupção passiva e ativa, informou esta força policial.



Os suspeitos destas “condutas ilícitas criminais” terão desenvolvido “um esquema, do qual lograram conseguir vantagens patrimoniais, causando avultados prejuízos aos subsistemas de assistência na doença” aos militares e aos funcionários públicos, segundo uma nota das PJM.



Nestas diligências, que envolvem “buscas e apreensões de documentos em instalações hospitalares, em residências de médicos, em escritórios de empresas e gabinetes de contabilidade”, está envolvida “parte substancial” dos investigadores da PJM.



Estão igualmente envolvidos nas diligências peritos forenses, adianta o comunicado.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários