Pessoas não-amputadas também sentem membros fantasma

Dos 234 voluntários, 74% experimentaram sensações fantasmas durante as experiências
11 de abril de 2013 - 16h28
Os cientistas sabiam que as pessoas com membros amputados têm a impressão de sentir um membro fantasma, como se interagisse com o resto do seu corpo. Agora, um estudo sueco publicado esta quinta-feira mostra que até as pessoas não-amputadas podem ter a mesma sensação.
"Os resultados mostram que o facto do cérebro ter ou não visto uma mão não tem nenhuma importância na criação da sensação física dessa mão", explica o principal autor do estudo, Arvid Guterstam, do Instituto Karolinska de Estocolmo, cita a agência France Presse.
A sua equipa realizou 11 experiências diferentes durante as quais os participantes, que ignoravam a finalidade do estudo, foram impedidos de ter comtacto visual com um dos braços.
Numa das experiências, o investigador acariciava com uma escova a mão direita escondida do participante e, ao mesmo tempo, o local onde esta mão deveria estar em cima da mesa.

"Nós descobrimos que a maioria dos participantes em menos de um minuto transferiu para o espaço à frente dos seus olhos a sensação de toque", explicou Guterstam.

Dos 234 voluntários, 74% experimentaram sensações fantasmas durante as experiências, frisou o mesmo investigador.
A sensação de um membro fantasma é muitas vezes dolorosa e difícil para os amputados e não tem cura, nem tratamento por ser fruto da imaginação.
O estudo foi publicado esta quinta-feira nos Estados Unidos pelo Journal of Cognitive Neuroscience.
SAPO Saúde com AFP

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários