Penafiel exige ao Governo medidas urgentes para controlo da tuberculose

A Câmara de Penafiel vai exigir ao Ministério da Saúde medidas urgentes para controlo da tuberculose nas freguesias com elevado número de trabalhadores nas pedreiras.
créditos: AFP/DESHAKALYAN CHOWDHURY

"Impõe-se o necessário e urgente combate e controlo da tuberculose nas freguesias de risco", comunicou hoje à Lusa fonte da autarquia.

A deliberação do executivo nesse sentido foi tomada por unanimidade, depois de as entidades de saúde no concelho terem revelado, recentemente, dados sobre a incidência da doença, os quais estarão entre os mais elevados da Europa.

A situação foi também denunciada pelo deputado do PCP Jorge Machado, na visita que efetuou ao concelho no dia 05 de janeiro.

O parlamentar afirmou que na reunião realizada naquele dia com o Agrupamento de Centros de Saúde e com o Centro de Diagnóstico Pneumológico de Penafiel foi-lhe comunicado que em algumas freguesias ligadas à indústria da pedra encontra-se o maior surto de tuberculose da Europa.

"É um dado assustador", afirmou, em declarações à Lusa.

Luzim, Boelhe, Rio de Moinhos e Cabeça Santa são as freguesias de Penafiel, no distrito do Porto, com maior prevalência de casos de tuberculose.

Face à situação, a autarquia local anunciou hoje que "vai pedir mais rastreios e reforço de clínicos nas extensões de saúde das freguesias consideradas de alto risco de tuberculose".

Na deliberação do município liderado por Antonino Sousa, recomenda-se à tutela da saúde que se faça "uma avaliação da possibilidade de os rastreios serem feitos em postos da área de residência dos doentes, privilegiando a proximidade".

Ao mesmo tempo, recomenda-se "às entidades competentes o reforço do número de clínicos nas extensões de saúde das freguesias consideradas como freguesias de risco".

Para a autarquia, "embora a incidência de tuberculose esteja a diminuir, acompanhando a tendência nacional, não se pode "baixar os braços face aos resultados preocupantes".

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários