Pediatria do Hospital de S. João com sala de aulas com novas tecnologias

As crianças em idade escolar internadas na Pediatria do Hospital de São João, Porto, dispõem desde esta quarta-feira de uma sala de aula apetrechada com tecnologia cedida por uma multinacional que permite fazer o acompanhamento dos respetivos programas letivos.

Este projeto, que resulta de uma parceria entre o Ministério da Saúde, o Ministério da Educação, o Centro Hospitalar de S. João e a Samsung disponibiliza tablets e monitores para serem usadas pelas crianças na sala de aula ou nas camas. Para orientar e acompanhar os alunos foram colocados na área de pediatria do S. João três professores, para os diferentes níveis de ensino.

Esta parceria iniciou-se na Pediatria do Hospital de S. João, mas será em breve alargada a mais quatro hospitais, nomeadamente a Coimbra, Faro, IPO/Lisboa e D. Estefânia, também em Lisboa.

As crianças internadas nestes hospitais passarão a ter aulas presenciais, mas também lhes será permitido fazer a ligação às escolas de origem e contatar com os professores e colegas.

Na inauguração da nova sala de aula esteve presente o secretário de estado da Saúde, Manuel Teixeira que considerou tratar-se de uma “belíssima ideia” referindo que “há coisas que parecem relativamente pequenas, mas que, em relação aos valores que traduzem, são imensas”.

Este é um exemplo de “concretização de valores fundamentais, que será replicado”, acrescentou.

A área de pediatria do Hospital de S. João dispõe de “cerca de 60 camas e um total de quatro mil doentes saídos por ano”, referiu o administrador hospitalar Manuel Melo, acrescentando que “será o universo global desses doentes que irá poder usufruir da tecnologia” agora disponibilizada.

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários