OMS apela a todos os adultos para medirem tensão arterial

A hipertensão afeta em todo o mundo cerca de mil milhões de pessoas
3 de abril de 2013 - 14h27
A Organização Mundial da Saúde (OMS) apelou hoje a todos os adultos para medirem a tensão arterial a propósito do Dia Mundial da Saúde, que se comemora no domingo e que este ano tem como tema a hipertensão.
Num comunicado intitulado “Dia Mundial da Saúde 2013: medir a pressão arterial, reduzir o risco”, a OMS assinala que se calcula que a hipertensão afete em todo o mundo cerca de mil milhões de pessoas (mais de um em cada três adultos com 25 anos e mais) e defende a deteção da pressão alta, como um primeiro passo para a prevenir e controlar.
“A hipertensão é uma das principais causas das doenças cardíacas e dos acidentes vasculares cerebrais – que em conjunto constituem a primeira causa de morte prematura e incapacidade”, indica o comunicado.
Segundo os investigadores, a hipertensão contribui para perto de 9,4 milhões de mortes por doenças cardiovasculares anualmente e aumenta o risco de insuficiência renal e de cegueira.
“O nosso objetivo é consciencializar as pessoas para a necessidade de conhecerem a sua pressão arterial, de levarem a sério a hipertensão e de assumirem o seu controlo”, disse Margaret Chan, diretora-geral da OMS, citada no comunicado.
Consumir pouco sal, ter uma alimentação equilibrada, praticar exercício físico regularmente, evitar o tabaco e o excesso de álcool diminui o risco de hipertensão.
O Dia Mundial da Saúde é comemorado a nível mundial no dia 07 de abril para assinalar o aniversário da fundação da OMS em 1948.
Lusa
artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários