Novos testes de diagnóstico do ébola disponíveis nos próximos meses

A Organização Mundial de Saúde anunciou em Genebra que novos testes de diagnóstico do vírus ébola vão estar disponíveis nos próximos meses nos mais países afetados pela epidemia.

Na sequência de uma reunião que teve lugar em Genebra para determinar novos diagnósticos da febre hemorrágica de Ébola, um dos elementos da OMS responsável pelo combate à doença, Francis Moussy, disse, sem avançar uma data exata, que "os novos testes poderão estar disponíveis nos próximos meses", estando agora a ser avaliados os resultados dos testes já realizados.

Presente na reunião, o diretor científico da Fundação para Novos Diagnósticos Inovadores (FIND), sediada em Genebra, Merk Perkins sublinhou que sem vacina e sem medicamentos, a única forma para controlar a epidemia de Ébola é a deteção precoce da doença.

Atualmente, os resultados aos testes de deteção de Ébola demoram várias horas.

Os testes que estão a ser avaliados são mais rápidos e de fácil utilização e podem ser efetuados fora dos laboratórios, acrescentou o responsável, alertando, no entanto, que é preciso reforçar os equipamentos de proteção para os profissionais que realizem os testes.

De acordo com o último balanço da OMS, o atual surto de Ébola já provocou mais de 6.500 mortos e foram registados pelo menos 18.000 casos desde o início do ano e os países mais afetados são a Libéria, a Serra Leoa e a Guiné-Conacri.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários