Novos preços de medicamentos entram hoje em vigor

Estado deverá poupar 85 milhões de euros com os medicamentos comparticipados pelo SNS
1 de abril de 2013 - 09h39



Os novos preços dos medicamentos, que resultam da revisão anual, entram hoje em vigor, com o Ministério da Saúde a estimar uma redução média de sete por cento este ano.



De acordo com o Ministério da Saúde, o Estado deverá poupar, com esta revisão anual de preços, 85 milhões de euros com os medicamentos comparticipados pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS).



A tutela espera ainda que os utentes poupem 49 milhões de euros com medicamentos na aquisição de fármacos, em resultado desta revisão.



Ao nível hospitalar, a poupança – que abrangerá cerca de 40 por cento dos medicamentos - deverá ser na ordem dos 51 milhões de euros.



A maioria dos medicamentos hospitalares abrangidos nesta poupança destina-se às áreas de oncologia e VIH/sida.



Para efeitos desta revisão anual dos preços dos medicamentos, os países de referência foram Espanha, França e Eslováquia.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários