Mulheres, afastem-se da lâmina e não façam a barba

Os "peritos em beleza" citados pelo jornal britânico Daily Mail dizem que as mulheres devem barbear os rostos para que fiquem com a pele mais macia. Mas há motivos para simplesmente ignorar esses peritos.

Fazer ou não fazer a barba? Muitas mulheres podem fazer a depilação com recurso a lâminas nas pernas, axilas e zona púbica, mas será que devem seguir os conselhos dos especialistas citados pelos Daily Mail e começar a barbear também o rosto? A resposta é um redondo e grande não.

Primeiro, depilar a cara com lâmina vai fazer que os pêlos cresçam mais rápido do que se recorrer à tradicional cera ou laser. Será que em pleno século XXI, com as mulheres mergulhadas no trabalho e atarefadas com filhos, cabelos, unhas, roupas (...) ainda têm tempo para fazer a barba todos os dias para ter a pele mais "suave"?

A verdade é que vivemos num mundo onde a mulher com pêlo é ostracizada. Há, sim, várias mulheres que fazem a barba. As mulheres com síndrome do ovário poliquístico, por exemplo, têm tendência genética para ter pêlo na cara, o que as obriga, na maioria, a depilar o rosto com cera ou lâmina.

Mas há outras soluções mais duradouras: os contracetivos orais diminuem o pêlo ao travarem a produção de androgénios. E há cremes que reduzem significativamente o crescimento da pilosidade. A depilação a laser também é eficaz e mais duradoura que a lâmina.

Quanto ao facto de barbear o rosto ser esfoliante e por isso retardar o envelhecimento é um disparate. De facto, nos homens, o barbear tem um efeito esfoliante. Mas a maioria das mulheres já esfolia a pele com recurso a outros produtos. E a pele dos homens tem uma aparência mais jovem porque os androgénios aumentam a espessura da pele em cerca de 25%.

Por outro lado, os homens produzem mais sebo, que hidrata e melhora a aparência. Os homens também têm mais colagénio na pele do que as mulheres, logo é natural que as mulheres envelheçam mais rápido.

Afaste-se da lâmina, porque irrita a pele, que é o maior órgão do corpo humano. E sim, a pele das mulheres é mais sensível que a dos homens.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários