Ministro da Saúde prepara medidas para liberdade de escolha dos utentes nas listas de espera

Liberdade de escolha tanto em cirurgias, como em consultas externas ou exames
26 de março de 2014 - 13h00
O ministro da Saúde anunciou hoje que serão tomadas brevemente medidas para melhorar a liberdade de escolha dos utentes nas listas de espera, tanto nas consultas externas como nas cirurgias.
“Queremos tomar medidas brevemente para permitir liberdade de escolha nas listas de espera, do SIGIC, nas consultas externas e nos meios complementares de diagnóstico”, afirmou Paulo Macedo, na Comissão Parlamentar da Saúde.
O ministro alertou, contudo, para o risco de alguns hospitais de proximidade poderem ficar esvaziados de pessoas e de financiamento, o que implicará cuidados especiais.
“Gostaríamos de dar passos neste sentido, mas serão passos muito cuidadosos. Temos que ver como fica a situação dos hospitais de proximidade”, para não ficarem sem pessoas e sem financiamento, disse.
Lusa
artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários