Ministro acredita que Portugal vai baixar a tuberculose para números inéditos em 2014

O ministro da Saúde estimou hoje que no próximo ano Portugal fique pela primeira vez abaixo dos 20 casos de infeção por tuberculose por cada 100 mil habitantes, aplaudindo os resultados do relatório “Portugal – Infeção VIH, SIDA e Tuberculose”.
créditos: AFP/DESHAKALYAN CHOWDHURY

Falando na abertura da sessão de apresentação pública do documento da Direção-Geral da Saúde, Paulo Macedo apontou os “dados sobre a diminuição de novos casos de Sida”, o que demonstra o “bom comportamento de números de população heterossexual e dos profissionais do sexo”.

O relatório revela que o número de novos casos de VIH e de Sida diminuíram acentuadamente em 2013, assim como o número de mortes associadas à infeção, e que a transmissão através de relações sexuais entre homens foi a única que aumentou.

Mas também os resultados relativos à tuberculose foram motivo de satisfação para o ministro, que sublinhou o facto de Portugal estar agora a pouco mais de 21 casos por 100 mil habitantes, “a caminho da meta dos 20 por cem mil”.

“O número de casos novos em 2013 baixou 7% quando comparado com 2012 e as nossas espectativas para o ano de 2014 são de que podemos ficar pela primeira vez abaixo dos 20 casos por cem mil habitantes”, afirmou o ministro.

Paulo Macedo reconheceu contudo haver ainda indicadores que precisam de ser muito melhorados, ao nível de prevalências em muitas áreas, que estão “acima do que é desejável”.

Comentários