Mensagem para telemóvel dos utentes está a reduzir listas de espera na Covilhã

Utentes do Hospital da Covilhã recordados da consulta ou cirurgia com 72 horas de antecedência
17 de abril de 2013 - 11h46



Um novo serviço que recorda aos utentes do Hospital da Covilhã as consultas marcadas, por mensagem escrita (SMS) para telemóvel, está a ajudar a encurtar as listas de espera, anunciou hoje a instituição.



Os utentes de todas as especialidades da unidade são avisados desde segunda-feira das consultas agendadas.



O serviço esteve em fase experimental durante o mês de março para as consultas de Medicina, Diabetologia e Hipertensão e graças aos resultados positivos entrou em funcionamento definitivo "para todas as especialidades", anunciou Rosa Ballesteros, diretora clínica do Centro Hospital da Cova da Beira, em comunicado.



Nas especialidades em que o alerta por mensagens foi testado, "os doentes faltaram menos e avisaram com antecedência quando lhes era impossível comparecer", referiu.



A interação "permitiu que aqueles doentes fossem substituídos por outros", acrescentou a médica, sublinhando que a medida representa "um contributo para a diminuição das listas de espera".



O alerta por SMS está operacional para os pacientes que disponibilizarem o contacto, sendo assim necessária uma atualização dos dados pessoais dos utentes que terão de se deslocar ao hospital e mostrar interesse no procedimento.



Neste caso, serão recordados da consulta ou cirurgia agendada com 72 horas de antecedência.



A mensagem enviada pelo hospital inclui a data, hora e local e a medida não substitui a notificação por via postal.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários