Médico das Nações Unidas morre com ébola na Alemanha

Estava na Libéria a trabalhar para ONU quando foi infetado. Em isolamento desde 9 de outubro, sucumbiu ao vírus aos 56 anos.
créditos: LUSA

Um médico que estava ao serviço da Organização das Nações Unidas na Libéria morreu esta terça-feira no Hospital de São Jorge em Leipzig, Alemanha.

Em comunicado, a unidade hospitalar informa que foram feitos "todos os esforços" para salvar o homem de 56 anos, em isolamento desde 9 de outubro.

Este médico foi a terceira pessoa infetada com ébola em tratamento na Alemanha.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários